25/06/08

PhD em movimento

Encruzilhada. Mais 3 anos em Tóquio ou 4 anos em Sidney?! Certeza vs incerteza, que escolher?!

18/06/08

Há momentos assim...

Sentir e expressar ad infinitum caracteriza-nos a todos independentemente de credos e raças. Deixo-vos a fantástica expressividade de Ma Li e Zhai Xiaowe. Um duo Chinês que nos faz suspirar.

17/06/08

Ginástica para lésbicas

Para as leitoras lésbicas que gostem de combinar desporto e sexo recomenda-se o DVD 270 Degrees Open Leg Sexy Lesbian Gymnasts. Por $40 podem adquirir 135min de inspiração que com certeza dará azo a excelentes momentos.

As monitoras de serviço são Sakura Ueno e Shouko Yokoyama que, por entre alongamentos e actividades divertidas, ensinam a estar em boa forma física com uns orgasmos pelo meio.

16/06/08

Google keywords

Os idiomas são dos melhores investimentos que podemos fazer na nossa vida - facilita o viajar, aumenta o nosso valor no mercado profissional e a capacidade em compreender outras culturas. Mas acima de tudo permite-nos comunicar e ser cidadãos do mundo!

Observo que muitas das visitas deste blogue provêm do Google e que algumas das "palavras-chave" que as pessoas digitam para chegar a este humilde blogue são sui generis.

Algumas "palavras-chave":
  • Frutas gigantes
  • Vídeos filme sexo orgasmos femininos
  • Laura em katakana
  • Louis Vuitton no Japão
  • Cidades da Tailândia, Japão
  • Bob em japonês
  • Paisagens de arrozais japoneses
  • Sociologia do Japão
E, não sei como souberam mas vieram cair no sítio certo…
  • Pénis enaltecido
  • Templo do pénis no Japão

14/06/08

Ginástica

Não são só os genes os responsáveis pela esbelta silhueta Nipónica. Por aqui também se faz ginástica.


07/06/08

Yokoso Japan

Masturbate-a-thon

Fotografia extraída de Masturbate-a-thon

Os Japoneses são extremamente capazes e conseguem ser bons em tudo aquilo a que se propõem. Desta vez arrebataram o 1º e 2º lugar nos campeonatos mundiais de sexo solitário (aka masturbação) categoria masculina.

Masanobu Sato e Norihiro Taneichi na Masturbate-a-Thon 2008, que se realizou em São Francisco a 25 de Maio, sagraram-se campeões após baterem 9h33 e 8h40, respectivamente. Taneichi ainda arrebatou o prémio Farthest Distance Come to Come porque foi o participante que viajou mais para participar na competição. Ambos usaram um Tenga (espécie de vagina descartável em lata) e mencionaram o jetlag como principal dificuldade (que foi vencida graças a 20 anos de experiência).

Post-scriptum:
Masturbate-a-Thon é um evento anual organizado por uma ONG chamada The Center for Sex & Culture para angariar fundos em prol da educação sexual e alertar a sociedade para os benefícios da masturbação.


Alguns recordes:
Masturbação masculina: 9h33 (por Masanobu Sato)
Masturbação feminina: 7h (por Kitty Kat)
Distância ejaculada: 91cm

Orgasmos femininos: 49 consecutivos (por uma Londrina)
Orgasmos masculinos: 31 consecutivos (por um tipo que, segundo as fotografias, parece o Moisés)

Informação sobre o Tenga em 1 e 2
Também vós deixo alguns vídeos sobre o projecto
Masturbate-a-thon:

06/06/08

Nuno Brilhante

O Nuno Brilhante continua na estrada (do Alasca ao Estreito de Magalhães). Vai no 677º dia de viagem e já pedalou 29 mil 891 Km. Neste momento está na Bolivia.

"Antes de viajares, sonhas...

O meu sonho levar-me-à aos maiores extremos fisìcos, humanos e geogràficos que o nosso planeta tem para oferecer. Da expansiva natureza selvagem e beleza natural do norte do Canadà, dos Andes e da Patagònia aos povoados e em crescimento centros de população humana como Los Angeles e a cidade do Panamà.

A motivação para esta viagem é um reflexo da grande ambição da minha vida em explorar novos lugares, de fazer contactos enriquecedores com outros povos e culturas, e testar os limites da minha determinação fisìca e mental.

Viajar de bicicleta é a forma mais ecològica de transporte que te permite a possibilidade de viajar em silêncio e sem uma janela a separar-te do paìs em que estás a viajar; usando a minha pròpria força natural permitindo todos os sentidos fazerem parte da experiência de viagem.

Eu pedalarei 25000 kms atravessando 16 fronteiras, aquelas que se veêm nos mapas deste website. Mas o que eu realmente planeio atravessar, são as fronteiras da mente que existem subconscientemente e que limitam as nossas capacidades percepcionadas. Essas são as fronteiras que dizem "Tu não és capaz", e que te impedem de tentares. Esta viagem é sobre a conquista da inibição e da linha indefinida entre sonho e a relidade.

Eu acredito que tudo o que queres fazer ou imaginar, tens que começar. Tens a escolha: podes viver a vida ou existi-la.

O resultado destes pensamentos são esta viagem. Vem e viaja comigo..."

Extraído de 1

04/06/08

Ovnis na Gardunha

Mágica, mística, misteriosa e bonita são adjectivos que se lhe adequam (à Serra da Gardunha), pois Deus assim o quis. Por aqui e ali já outros o comentaram, sigo-lhes o exemplo e aqui vos deixo os vídeos.





01/06/08

Nipofilia

Encontrei um excelente blogue que atesta a excelência, criatividade e a qualidade deste povo e país. Chama-se Nipofilia e recomenda-se.

"Filia. Do grego: amor, amizade. Nipofilia? Pirar no Japão e no que vem de lá.

Os japoneses são mais do que os outros. Criativos, como dizia a propaganda; inteligentes, como atesta qualquer um que teve coleguinhas descendentes na escola; dedicados, respeitosos, tímidos e comedidos ao extremo.

A quantidade de comedimento e rigidez chega a beirar a repressão, especialmente aos olhos ocidentais. Mas não só. Duas palavrinhas em japonês, apenas por existirem, exprimem bem essa situação: honne e tatemae.

Honne
pode ser traduzido como sentimentos e desejos sinceros, verdadeiros. Já tatemae significa fachada e remete ao comportamento, às aparências. Os dois não necessariamente são os mesmos; o tatemae é público e o honne, privado.

Com a internet, essa máscara social caiu.
Ou, ao menos, ficou explícita. O honne está por aí, pra quem quiser ver, e é mais doente do que a gente imaginava. Os japoneses são mais criativos do que os outros em todas as áreas. Enquanto a ciência, a tecnologia e a cultura vão mais longe, a perversão e a demência (no bom sentido) acompanham.

Quando esses campos se misturam, então…

E é aí que eu queria chegar. É disso que o blog trata. Acompanhar e tentar entender a cultura, o país e o povo do Japão, especialmente naqueles espaços obscuros normalmente encobertos pelo tatemae.

Meu nome é Daniel Ferraz e eu sou um nipófilo.

Quem também for, me acompanhe."