25/04/08

Qual é a sua viagem?


Foi pelo Brito-San no Japão que cheguei a este vídeo e isso fez-me recordar um artigo que escrevi sobre o Louis Vuitton no Japão. Reli o artigo e achei-o incompleto pois entretanto a minha opinião cresceu, assim como a minha compreensão. Ou seja, eu mudei.

O Japão não nos deixa indiferente e os períodos de amor e ódio sucedem-se a períodos irregulares sem deixar espaço para a neutralidade e, a meu ver, isso é viagem, é mudança, é descoberta e é vida. E se a vida é uma viagem (quantos não o afirmaram já?), também os países viajam e crescem por entre as vivências das suas gentes.

Em Portugal, o 25 de Abril tem um simbolismo tremendo e há que o comemorar e nunca o esquecer pois, por este mundo fora, ainda há revoluções por fazer. É também nesta altura que se faz o clássico balanço do pós 25 de Abril, se discute a já de longa data apatia colectiva face à política, o aumento do individualismo e como é que foi possível que Salazar tenha ganho o concurso "Grandes Portugueses". Em que estado está o nosso país?! Qual é a sua viagem?! Para onde vai?!

Que o 25 de Abril nos continue a inquietar e que o seu legado chegue a bom porto.
Essa responsabilidade recai sobre todos e, se for preciso apelar à mudança, embora já não haja capitães, felizmente ainda temos os professores...

3 comentários:

Nuno disse...

Obrigado pela publicidade ao meu blog ;-)
Apesar de so estar no Japao ha 6 meses, de facto este pais nao deixa ninguem indiferente... as vivencias e experiencias do dia-a-dia sao muto diferentes daquilo a que estamos habituados no "nosso cantinho, ao pe do mar plantado".
Abraco e com certeza que ate breve!

DK disse...

Greetings from Nagano. ";o)
Passo para dizer olá e deixar os parabéns pelo blogue, que tem textos e imagens muito interessantes.
Quando o tempo o permite, vou postando fotos das minhas caminhadas e viagens pelo Japão aqui:
http://japaneselandscapes.blogspot.com/
Também escrevo ocasionalmente sobre temas japoneses num blogue que mantenho com dois amigos portugueses:
http://aguiarconraria.blogsome.com/category/dk

Continuarei a ler-te.

Dewa mata ne...

Abraço,
DK

Magoonífico disse...

acho curioso pensar que a única diferença entre o nosso apelido, é o facto de o meu levar um S final... e eu a pensar arrogantemente que fazia parte da singular família Rebordãos em Portugal ;)